18 números para entender a compra da SalomãoZoppi pela Dasa

Maior rede de laboratórios do Brasil fechou acordo para adquirir 100% da rival

São Paulo – A Dasa (Diagnósticos da América), maior rede de laboratórios de diagnósticos do país, fechou acordo para comprar 100% da rival SalomãoZoppi.

O negócio é avaliado em 600 milhões de reais e ainda depende de sinal verde do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica). Até a aprovação, as companhias seguem com operações separadas.

O pagamento será feito em dinheiro e também em ações da Dasa, negociadas na BM&FBovespa, mas os detalhes não foram divulgados.

Após a conclusão, os diretores do SalomãoZoppi devem continuar em seus cargos. A empresa, que tem capital fechado, se tornará subsidiária da compradora.

A Dasa, no mercado desde os anos 1960, cresceu com uma série de aquisições a partir de 1999, quando recebeu investimento de fundos e ganhou o nome que tem hoje.

Ela atua em praticamente todo o país, com exceção da região Norte, e é dona de 25 marcas, entre elas Delboni Auriemo, Lavoisier, Alta Excelência Diagnóstica, Bronstei e Lâmina.

Já a SalomãoZoppi, especializada em saúde da mulher e exames de alta complexidade, foi fundada há mais de três décadas, mas começou a se expandir organicamente a partir de 2003.

Até 2014, tinha 7 unidades. Ao final de 2016, já eram 11 laboratórios e outras duas inaugurações estavam nos planos.

Abaixo, veja alguns números que ajudam a entender a transação: