Vice-procurador-geral diz que sabia da demissão de Comey

A Casa Branca apontou para o memorando de Rosenstein, na semana passada, como justificativa para a decisão de, Donald Trump, de demitir Comey

Washington – O vice-procurador-geral dos Estados Unidos, Rod Rosenstein, disse aos senadores americanos que sabia que o diretor do Escritório de Investigação Federal (FBI, na sigla em inglês), James Comey, seria demitido mesmo antes de escrever um memorando que fornecia base para a demissão de Comey.

Essa informação foi dada pela senadora democrata Claire McCaskill.

Ela se dirigiu a repórteres depois de uma reunião a portas fechadas, onde Rosenstein conversou com senadores.

A Casa Branca apontou para o memorando de Rosenstein, na semana passada, como justificativa para a decisão do presidente americano, Donald Trump, de demitir Comey.

No memorando, Rosenstein critica o comportamento de Comey sobre a investigação dos e-mails de Hillary Clinton.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s