Vaticano rejeita partilhar investigação sobre abuso sexual

Santa Sé disse, na terça-feira, que não divulgará informações sobre as investigações internas

Roma – O Vaticano se recusou a fornecer informações a uma comissão da ONU a respeito das investigações internas sobre abusos sexuais de menores cometidos pelo clero, alegando que política da Igreja é de manter esses casos sob sigilo.

Em resposta a duros questionamentos feitos pelo Comitê da ONU para os Direitos da Criança, a Santa Sé disse, na terça-feira, que não divulgará informações sobre as investigações internas, a não ser que um Estado ou governo solicite formalmente sua cooperação.

A resposta da Santa Sé, que será diretamente questionada pela comissão em janeiro, deve motivar muitas críticas, num momento em que a Igreja tenta deixar para trás os escândalos financeiros e de abusos sexuais que abalaram a reputação da milenar instituição nos últimos anos.