UE estende sanções contra a Rússia por anexação da Crimeia

As sanções banem a importação de produtos da Crimeia e de Sevastopol e impedem qualquer investimento europeu ou compras imobiliárias

Bruxelas – A União Europeia estendeu as sanções contra a Rússia em mais um ano devido à anexação da Península da Crimeia, pertencente à Ucrânia, em 2014.

Os ministros de Relações Exteriores da UE disseram, em um comunicado conjunto nesta segunda-feira, que o bloco “permanece empenhado em implementar plenamente sua política de não reconhecimento” da anexação da Crimeia e da cidade de Sevastopol pela Rússia. Agora, as sanções estão em vigor até 23 de junho de 2018 e se aplicam a cidadãos e empresas.

As sanções banem a importação de produtos da Crimeia e de Sevastopol e impedem qualquer investimento europeu ou compras imobiliárias. A exportação de alguns bens e tecnologias que podem ser utilizadas para o transporte, telecomunicações ou no setor de energia – particularmente a exploração de petróleo, gás ou mineração – também é proibida. Fonte: Associated Press.