Turquia e Rússia vão manter cooperação na Síria

Os presidentes dos dois países acertaram a continuidade de cooperação, mesmo após o assassinato do embaixador russo em Ancara, na noite de ontem

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, afirmou nesta terça-feira que acertou com o colega russo, Vladimir Putin, a continuidade de sua cooperação, inclusive em relação à Síria, apesar do assassinato do embaixador russo em Ancara.

“Compartimos com o presidente Putin o mesmo ponto de vistsa segundo a qual nossa cooperação com a Rússia em diversos âmbitos, particularmente em relação à Síria, não será obstaculizada por este ataque”, declarou Erdogan.

“Não permitiremos em absoluto que nossas relações com a Rússia se degradem”, continuou o presidente turco no discurso durante inauguração em Istambul do primeiro túnel subaquático no Estreito de Bósforo.

O assassinato do embaixador russo em Ancara ocorreu em pleno processo de aproximação entre a Rússia e Turquia, dois países opostos em relação ao conflito sírio, mas que promoveram uma trégua para permitir a saída dos habitantes da zona leste de Aleppo, controlada por los rebeldes.