Turquia detém 2 executivos do maior grupo de meios de comunicação

A "Dogan Holding" é dona de conhecidos veículos de comunicação, como o jornal "Hürriyet" e o canal de televisão "CNNTÜRK"

A polícia da Turquia deteve nesta quinta-feira o principal assessor legal e um ex-executivo da “Dogan Holding”, o principal grupo de meios de comunicação da Turquia, informou o jornal “Hürriyet”.

A “Dogan Holding” emitiu um comunicado no qual confirma a detenção de seu principal conselheiro jurídico, Erem Turgut Yücel, e de seu antigo executivo Yahya Üzdiyen, mas destacou que tanto o grupo como suas filiais seguem funcionando sem interrupções.

As forças de segurança fizeram buscas nos escritórios privadas e nas residências dos dois detidos, aos quais a promotoria relaciona com a organização do clérigo islamita Fethullah Gülen, que é conhecida pela sigla FETÖ, em turco.

Ancara acusa a FETÖ de estar por trás da tentativa fracassada de golpe de Estado de julho do ano passado e, desde então, deteve militares, policiais, juízes, acadêmicos e jornalistas suspeitos de pertencerem à organização do clérigo islamita.

A “Dogan Holding” é dona de conhecidos veículos de comunicação, como o jornal “Hürriyet” e o canal de televisão “CNNTÜRK”, entre outros.