Trump vence primárias sem rivais na Virgínia Ocidental

O magnata imobiliário Donald Trump venceu com ampla vantagem as primárias do Partido Republicano na Virgínia Ocidental

Washington – O magnata imobiliário Donald Trump venceu nesta terça-feira com ampla vantagem as primárias do Partido Republicano na Virgínia Ocidental, na primeira eleição na qual foi o único candidato após a desistência de seus rivais, segundo as projeções dos principais meios de comunicação dos EUA.

Embora Trump fosse o único candidato em disputa entre os conservadores após a desistência na semana passada do senador pelo Texas Ted Cruz e do governador de Ohio, John Kasich, os eleitores podiam seguir votando nos ex-aspirantes que já não competem, por isso que o magnata nova-iorquino ainda corria o improvável risco de não vencer.

A vitória na Virgínia Ocidental, um dos estados mais pobres dos EUA, majoritariamente branco e com forte dependência da decadente indústria mineira, permitirá a Trump somar a maioria dos 34 delegados em jogo nesse estado e seguir rumo aos 1.237 necessários para conseguir a indicação republicada de forma automática em julho.

Trump se transformou no único aspirante em disputa e no candidato virtual do Partido Republicano para as eleições presidenciais de novembro nos EUA na quarta-feira passada, quando Kasich desistiu um dia depois de Cruz tomar a mesma decisão ao perder para Trump no estado-chave de Indiana.

A indicação de fato de Trump não caiu bem entre todas as facções dos republicanos, e vários cargos tanto eleitos como orgânicos, assim como antigas figuras destacadas da formação anunciaram publicamente suas dúvidas com relação ao magnata e inclusive disseram que não o apoiarão em novembro.

Além da Virgínia Ocidental, os republicanos também votam hoje em Nebraska, uma disputa que pode supreender, já que Cruz era, antes de desistir, era o grande favorito, por isso que não é descartável que este consiga a vitória apesar não concorrer mais oficialmente.