Trump promete reduzir ‘consideravelmente’ custo de muro

Estimativa é de que a obra custe dezenas de bilhões de dólares. Presidente quer que preço seja pago pelo México

Donald Trump prometeu neste sábado reduzir “significativamente” o custo do muro que pretende construir na fronteira com o México, estimado em dezenas de bilhões de dólares.

“Não me envolvi ainda na concepção e negociações. Quando o fizer, como com o avião de combate F-35 ou o programa Air Force One, o preço vai cair CONSIDERAVELMENTE!”, tuítou o presidente dos Estados Unidos, que recorre a sua experiência como empresário, à qual atribui o desconto que Lockheed Martin fez para o Pentágono por seu avião de combate e Boeing para a construção do avião presidencial.

Donald Trump reagiu assim aos especialistas que preveem que o custo do muro ao longo da extensa fronteira de 3.200 km com o México deve exceder 20 bilhões de dólares.

Durante sua campanha, o bilionário havia calculado que a construção custaria entre 8 e 12 bilhões.

A Revista do MIT estimou em um artigo de outubro que a fatura seria muito maior: até 40 bilhões de dólares.

Donald Trump assinou em 25 de janeiro um decreto que lançou o projeto de construção do muro. O presidente americano afirmou em muitas ocasiões sua intenção de forçar o México a financiar a obra, mas o governo daquele país rejeitou categoricamente.