Trump e Putin acertam trégua no sudoeste da Síria para domingo

Segundo o ministro de Relações Exteriores russo, os dois se comprometeram a garantir que "todas as partes" respeitarão o cessar-fogo

Hamburgo – Os presidentes de Estados Unidos e Rússia, Donald Trump e Vladimir Putin, pactuaram nesta sexta-feira em uma reunião durante a realização da cúpula do G20, em Hamburgo, uma trégua no sudoeste da Síria que entrará em vigor ao meio-dia (no horário local), do próximo domingo.

Segundo o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, que também está na cidade alemã, os dois líderes se comprometeram ainda a garantir que “todas as partes” envolvidas no conflito respeitem o cessar-fogo.

Especialistas de Rússia, EUA e Jordânia concluíram seu trabalho em Amã e “pactuaram um memorando sobre a criação de uma zona de distensão no sudoeste da Síria, nas regiões de Deraa, Al Quneitra e As-Suwayda”, explicou Lavrov.

“Nessa zona regerá o cessar-fogo a partir das 12h00, hora local de Damasco, de 9 de junho”, acrescentou o chefe da diplomacia russa.

Trump e Putin selaram um memorando de entendimento, que também envolve a Jordânia, com interesse em respeitar a “soberania” da Síria e levar adiante o processo para um “acordo politico”, acrescentou Lavrov.

Para o ministro russo, Putin e Trump “se movem em primeiro lugar pelos interesses nacionais dos seus países”, ainda que entendam “como interesse a busca de acordos em vez do confronto, sem tentar criar problemas onde não há”.

Trump e Putin se reuniram hoje pela primeira vez pessoalmente, e o encontro durou pouco mais de duas horas, segundo fontes de ambas as delegações.