Dólar R$ 3,27 0,13%
Euro R$ 3,64 0,23%
SELIC 11,25% ao ano
Ibovespa -0,51% 63.761 pts
Pontos 63.761
Variação -0,51%
Maior Alta 3,64% FIBR3
Maior Baixa -2,44% CIEL3
Última atualização 29/05/2017 - 17:21 FONTE

Trump culpa Carlos Slim por campanha de mídia contra ele

Na quarta-feira (12), o NYT publicou relatos de duas mulheres que acusaram Trump de assédio sexual, há anos

Donald Trump culpou o mexicano Carlos Slim, nesta sexta-feira (14), por uma campanha midiática para torpedear sua candidatura à Casa Branca, depois que o jornal The New York Times, do qual o magnata das telecomunicações é acionista, publicou acusações de assédio sexual contra o republicano.

“O principal acionista do (New York) Times é Carlos Slim e, como sabem, Carlos Slim vem do México. Ele deu milhões de dólares aos Clinton”, declarou Trump, em um comício na Carolina do Norte.

“Vamos deixar que corporações estrangeiras e seus presidentes decidam o resultado (da eleição)?! Ele não pode fazer isso. Não podemos deixar isto acontecer”, insistiu.

Na quarta-feira (12), o NYT publicou relatos de duas mulheres que acusaram Trump de assédio sexual, há anos. Outras mulheres fizeram denúncias similares, incluindo duas nesta sexta-feira.

“Estou sendo atacado brutalmente com mentiras e calúnias”, reclamou, no mesmo comício.

“Não tenho a menor ideia de quem são essas pessoas”, declarou Trump, qualificando as acusações de “mentiras apresentadas pela mídia e pela campanha de Hillary”.

Mike Pence, candidato a vice de Trump, prometeu apresentar evidências contra as acusações, surgidas após a divulgação de um vídeo que mostra o magnata se gabando de agarrar as mulheres por ser famoso.

Slim declarou que não conhece Trump e rejeitou ter qualquer interesse na vida particular do candidato republicano.

Em 2015, Slim ampliou sua participação de 8% para 17% na empresa New York Times, tornando-se o principal acionista individual do grupo de imprensa fora da família americana Sulzberger.