Testemunhas recontam momento do tiroteio em aeroporto

O atirador, aparentando ter 20 anos e que não disse nada, foi baleado pela polícia enquanto tentava recarregar, informou a MSNBC, citando testemunhas

Fort Lauderdale – Um atirador usando uma camiseta do filme Star Wars abriu fogo no local de retirada de bagagens no Aeroporto Internacional de Fort Lauderdale-Hollywood na sexta-feira, matando pelo menos cinco pessoas antes de ser detido, disseram autoridades e testemunhas.

Cinco pessoas morreram e outras oito ficaram feridas no incidente, disse o escritório do xerife local.

O atirador, aparentando ter 20 anos e que não disse nada, foi baleado pela polícia enquanto tentava recarregar, informou a MSNBC, citando testemunhas.

John Schlicher, que disse à MSNBC que viu o ataque, descreveu o atirador como um “homem esguio” que estava “atirando diretamente para nós” enquanto os passageiros esperavam que suas malas ao lado da esteira.

“Eu me baixei e rezei”, disse Schlicher, acrescentando que sua esposa deu os primeiros socorros a alguém que tinha sido baleado na cabeça.

Sua sogra usou seu suéter para cuidar de outra vítima, mas descobriu que a vítima já estava morta, disse Schlicher.

O atirador recarregou uma vez para uma segunda rodada de disparos, disse Schlicher, mas não conseguiu dizer quantas balas foram disparadas.

O tiroteio ocorreu na área de retirada de bagagens do Terminal 2, disse o aeroporto em sua conta do Twitter.

Mark Lea, outra testemunha ocular, disse à MSNBC que o atirador “não disse nada, ficou quieto o tempo todo, não gritou nada”.

Ari Fleischer, ex-secretário de imprensa do ex-presidente dos EUA George W. Bush, disse no Twitter que tiros foram disparados e “todo mundo está correndo”.

“Tudo parece calmo agora, mas a polícia não está deixando ninguém sair do aeroporto – pelo menos não da área onde estou”, disse Fleischer.

Todos os serviços foram temporariamente suspensos, disse o aeroporto no Twitter.