Sorin Grindeanu é nomeado primeiro-ministro da Romênia

Presidente de centro-direita assinou o decreto sobre a nomeação de Grindeanu, de 43 anos, que foi ministro de Comunicações do país

O presidente romeno Klaus Iohannis designou nesta sexta-feira o social-democrata Sorin Grindeanu como novo primeiro-ministro, colocando fim à incerteza que reinava no país desde a vitória da esquerda nas legislativas de 11 de dezembro.

O presidente de centro-direita assinou o decreto sobre a nomeação de Grindeanu, de 43 anos, ex-ministro de Comunicações, que dispõe a partir de agora de 10 dias para obter o voto de investidura do Parlamento sobre seu programa e sobre o novo executivo.

A coalizão de esquerda proposta por Grindeanu, composta por sociais-democratas e por seu aliado Alde, conta com uma sólida maioria em ambas as câmaras legislativas.

O chefe de Estado rejeitou na terça-feira, sem explicar os motivos, a candidatura como primeira-ministra de Sevil Shhaideh, pertencente à pequena minoria turca da Romênia.

O Partido Social-Democrata (PSD) ganhou as eleições legislativas com 45,2% dos votos, mas seu líder, Liviu Dagnea, ficou excluído do cargo de primeiro-ministro devido a uma condenação a dois anos de prisão em suspenso por fraude eleitoral.

O presidente Iohannis havia anunciado antes das eleições que não investiria nenhuma pessoa envolvida em casos judiciais.