Dólar R$ 3,28 0,12%
Euro R$ 3,64 -0,77%
SELIC 11,25% ao ano
Ibovespa 1,25% 64.020 pts
Pontos 64.020
Variação 1,25%
Maior Alta 4,89% RADL3
Maior Baixa -5,60% JBSS3
Última atualização 26/05/2017 - 15:50 FONTE

Sobe para 97 o número de mortos por terremoto na Indonésia

O tremor, que durou por volta de três minutos e foi seguido por várias réplicas, provocou o desmoronamento de 72 casas

Jacarta – Um violento terremoto atingiu na madrugada desta quarta-feira a província indonésia de Aceh, matando pelo menos 97 pessoas e ferindo centenas de outras, segundo autoridades do país.

O número de mortes deve aumentar, de acordo com as autoridades, enquanto as equipes de resgate realizam buscas em centenas de construções que ruíram na região.

“O número de mortos atualmente está em 97 pessoas. É ainda provável que ele aumente, mas nós acreditamos que o pior já passou”, disse Tatang Sulaiman, chefe militar da área de Aceh, em entrevista ao Wall Street Journal.

O terremoto teve magnitude 6,5, a 92 quilômetros da capital provincial, Banda Aceh, informou o Serviço Geológico dos Estados Unidos. A região sofreu com um violento terremoto há 12 anos que gerou um grande tsunami. Nesta quarta-feira, não foi registrado nenhum tsunami, mas houve pelo menos 12 tremores secundários.

Porta-voz da Agência Nacional de Mitigação de Desastres, Sutopo Purwo Nugroho afirmou que o terremoto ocorreu pouco depois das 5h (hora local). Algumas pessoas conseguiram deixar suas casas, “mas ainda estava escuro e algumas pessoas estavam dormindo”, relatou. Muitas pessoas ficaram soterradas entre os escombros, disse o porta-voz.

Os esforços de resgate estavam concentrados em Meureudu, uma cidade muito afetada no distrito de Pidie Jaya, 18 quilômetros a sudoeste do epicentro do terremoto, segundo a agência Associated Press. O chefe do distrito de Pidie Jaya, Aiyub Abbas, disse à AP que a região necessita equipamentos médicos com urgência, bem como mais equipamentos para a retirada de escombros.

Na capital da Indonésia, Jacarta, o presidente Joko Widodo disse que determinou que todas as agências governamentais participem dos esforços de resgate, segundo a Associated Press. A Indonésia, maior arquipélago do mundo, está sujeita a terremotos por causa de sua posição no “Anel de Fogo” do Pacífico, um arco de vulcões e falhas geológicas na Bacia do Pacífico.

Em dezembro de 2004, um grande terremoto perto da ilha de Sumatra gerou um tsunami que matou 230 mil pessoas em mais de dez países da região. Mais de 150 mil pessoas morreram em Aceh como resultado do terremoto e do tsunami.

“Foi muito ruim, os tremores sentidos foram até mais fortes que o de 2004”, comparou um morador de Meureudu, Musman Aziz, em entrevista à AP. “Eu fiquei com muito medo de que o tsunami viesse”, comentou.

Fonte: Dow Jones Newswires.