Sobe para 615 número de mortos por terremoto na China

Chegou a 615 o número oficial de mortos pelo terremoto que no último domingo sacudiu a província de Yunnan, na China

Pequim – Chegou a 615 o número oficial de mortos pelo terremoto que no último domingo sacudiu a comarca de Ludian, na província de Yunnan, na China.

O total de vítimas aumentou após 26 corpos terem sido encontrados nas últimas 24 horas.

As autoridades locais também elevaram muito o número de desaparecidos, que ontem era de 9 e hoje passou para 114. Além disso, há 3.143 feridos.

O tremor, de magnitude 6,5 na escala Richter, afetou uma das regiões mais pobres da província de Yunnan, que fica na fronteira com Mianmar e Laos e é palco frequente de abalos sísmicos.

Com epicentro na cidade de Longtoushan, o terremoto – ocorrido às 16h30 locais de domingo (5h30 de Brasília) – afetou de alguma forma mais de um milhão de pessoas.

As principais preocupações das equipes de resgate após quatro dias de trabalhos na região são os riscos de epidemias e inundações.

As autoridades culparam pela tragédia a fragilidade das construções, a baixa profundidade do terremoto – apenas 12 quilômetros – e a densidade populacional na área atingida, muito superior à média da província.