Síria acusa Israel de disparar mísseis em Damasco

O exército sírio disse que Israel, através de seus ataques, estava ajudando "grupos terroristas que lutam contra o governo sírio"

Beirute – A Síria acusou Israel de disparar mísseis no início desta sexta-feira perto de um importante aeroporto militar a oeste da capital síria, Damasco, provocando um incêndio, e alertou sobre repercussões sem especificar se retaliaria ou não os ataques. De acordo com o governo sírio, o ataque foi o terceiro incidente desse tipo recentemente.

Em um comunicado divulgado pela agência oficial de notícias Sana, as forças armadas sírias disseram que vários mísseis foram lançados logo após a meia-noite de uma área perto do lago Tiberias.

Os mísseis caíram na vizinhança do aeroporto militar de Mezzeh no oeste da capital da Síria. A declaração não indicou se houve vítimas.

Os moradores de Damasco relataram ter ouvido várias explosões que abalaram a cidade. O aeroporto de Mezzeh, localizado na fronteira sudoeste da capital, tinha sido usado para lançar ataques em áreas mantidas pelos rebeldes perto de Damasco, que anteriormente esteve sob domínio rebelde.

O exército sírio disse que Israel, através de seus ataques, estava ajudando “grupos terroristas que lutam contra o governo sírio”.

“O comando do exército sírio e as forças armadas alertam o inimigo israelense sobre repercussões a respeito deste ataque flagrante e o estresse que continuará na guerra contra o terrorismo “, disse o comunicado.

Em 7 de dezembro, o governo sírio informou que Israel disparou mísseis que também atingiram perto do aeroporto de Mezzeh. Uma semana antes, a Sana disse que jatos israelenses atiraram dois mísseis do espaço aéreo libanês para os arredores de Damasco, na área de Sabboura.

O exército israelense se recusou a comentar sobre esses incidentes e não houve nenhum comentário imediato sobre o ataque relatado desta sexta-feira. O ministro israelense de Defesa, Avigdor Lieberman, reiterou recentemente a posição do governo de não se envolver na guerra síria.

Fonte: Dow Jones Newswires.