Separatistas ucranianos se negam a negociar trégua com Kiev

Secretário do Conselho de Segurança Nacional e Defesa, Olexander Turchinov, acusou "grupos terroristas russos" de mover a ofensiva para o leste do país

Kiev – O líder da república separatista pro-Rússia de Donetsk rejeitou nesta sexta-feira uma nova trégua com Kiev e afirmou que os rebeldes lançarão uma ofensiva em toda a região frente ao Exército ucraniano.

“Não haverá por nossa parte mais tentativas de falar de uma trégua” com as autoridades ucranianas, declarou o “presidente” da república autoproclamada de Donetsk, Alexandre Zakharchenko, citado pelas agências de notícias Interfax e Ria Novosti.

“Vamos lançar uma ofensiva em toda a região de Donetsk”, completou.

Na quinta-feira, o exército ucraniano perdeu o aeroporto de Donetsk, após vários meses de combates.

Em Kiev, o secretário do Conselho de Segurança Nacional e Defesa, Olexander Turchinov, acusou “grupos terroristas russos” de mover a ofensiva para o leste do país.

“Grupos terroristas russos violaram todos os acordos […], passam à ofensiva”, declarou Turchinov durante uma reunião governamental. Completou que se tratava de “unidades regulares das forças armadas russas”.