Dólar R$ 3,27 -0,31%
Euro R$ 3,66 0,08%
SELIC 11,25% ao ano
Ibovespa 1,60% 62.662 pts
Pontos 62.662
Variação 1,60%
Maior Alta 9,53% JBSS3
Maior Baixa -1,42% EMBR3
Última atualização 23/05/2017 - 17:20 FONTE

Senado dos EUA bloqueará candidato de Obama à Suprema Corte

Com a morte de um dos membros da Suprema Corte, instância tem 4 conservadores e 4 progressistas; nomeação deve ser feita em breve

O líder da maioria republicana no Senado dos Estados Unidos, Mitch McConnell, garantiu nesta terça-feira que a Casa não confirmará qualquer candidato à Suprema Corte proposto pelo presidente democrata Barack Obama.

“Os presidentes têm o direito de designar, assim como o Senado, de acordo com a Constituição, tem o direito de dar, ou não, consentimento”, declarou McConnell.

“Neste caso, o Senado vai rejeitar”, acrescentou, referindo-se ao eventual substituto para a vaga do juiz conservador Antonin Scalia, falecido há dez dias.

Os juízes da mais importante instância judicial do país são vitalícios.

Com nove membros, a Suprema Corte conta agora com quatro juízes conservadores e com quatro progressistas, aumentando as chances de um empate em qualquer decisão, se um novo magistrado não for indicado em breve.

Se Obama conseguir designar um juiz progressista, a Corte pode se inclinar para a esquerda pela primeira vez em décadas, uma hipótese que aterroriza os republicanos.

Os principais pré-candidatos republicanos à Casa Branca defendem que o substituto de Scalia seja escolhido pelo próximo presidente, que será eleito em 8 de novembro.

Obama já manifestou sua determinação de encontrar um substituto para Scalia, apelando aos legisladores para que rejeitem o obstrucionismo por motivos meramente partidários.