Senado confirma Mulvaney como diretor do orçamento da Casa Branca

Deputado pela Carolina do Sul, Mick Mulvaney terá agora a missão de acelerar o trabalho do plano orçamentário de Trump

Washington – O Senado confirmou nesta quinta-feira Mick Mulvaney, a escolha do presidente Donald Trump para comandar o escritório do orçamento da Casa Branca, em uma decisão apertada por 51 votos a 49.

O presidente do Comitê de Serviços Armados, John McCain, que aparece talvez como um dos maiores críticos entre os republicanos do governo de Donald Trump, se opôs ao nome de Mulvaney, diante do fato de que ele votou anteriormente por cortes nos gastos do Pentágono.

Deputado pela Carolina do Sul, Mulvaney terá agora a missão de acelerar o trabalho do plano orçamentário de Trump.

Há também a necessidade de concluir mais de US$ 1 trilhão em gastos não finalizados para o orçamento do ano atual, bem como transmitir o pedido de Trump por um muro na fronteira com o México, bem como destinar dezenas de bilhões de dólares em recurso emergencial para os militares.

Trump já indicou que pretende realizar grandes investimentos em programa de infraestrutura, como em rodovias.

Os democratas se opuseram a Mulvaney pelo apoio deles a cortes nos gastos com a seguridade social e o Medicare, entre outros temas. Mulvaney foi questionado em seu processo de confirmação por não ter pago US$ 15 mil em taxas trabalhistas a uma babá há mais de uma década. Ele pagou o dinheiro depois de o caso vir a público. Fonte: Associated Press.