Secretário-geral da ONU lamenta morte de Helmut Kohl

Antonio Guterres disse que todos conhecem o "papel histórico que Kohl desempenhou" na unificação da Alemanha depois da queda do muro de Berlim

O secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, está “muito abalado” com a morte de Helmut Kohl, a quem considerava “um amigo pessoal”, declarou na sexta-feira seu porta-voz, Stéphane Dujarric.

“Todos conhecem o papel histórico que desempenhou na unificação da Alemanha” depois da queda do muro de Berlim, “assim como o histórico caminho pelo qual orientou a Europa, dirigindo tão bem esta unificação”, disse Dujarric.

As Nações Unidas planejam publicar uma declaração mais formal em homenagem a Kohl, que foi chanceler alemão entre 1982 e 1998.

Guterres foi primeiro-ministro de Portugal entre 1995 e 2001.

Veja também