Se não forem votar, será um voto para Trump, diz Obama

"Se votarem no candidato de um partido que não tem qualquer possibilidade de vencer, será um voto para Trump", acrescentou

O presidente Barack Obama convocou os americanos a se mobilizarem a favor de Hillary Clinton, ressaltando que não ir às urnas em 8 de novembro pode levar à Casa Branca o candidato republicano, Donald Trump – o qual “não tem as qualidades necessárias” para o cargo.

“Se não forem votar, será um voto para Trump”, disse o presidente americano em entrevista no “Steve Harvey Morning Show”, divulgada nesta quarta-feira.

“Se votarem no candidato de um partido que não tem qualquer possibilidade de vencer, será um voto para Trump”, acrescentou, referindo-se a Gary Johnson (do Partido Libertário) e Jill Stein (do Partido Verde).

Alguns partidários de Bernie Sanders – pré-candidato derrotado por Hillary, mas que conseguiu deflagrar uma espetacular mobilização nas prévias democratas – estão tentados a votar na candidata dos verdes.

“Tudo o que fizemos em oito anos está em jogo nessa eleição”, afirmou Obama, em um tentativa de mobilizar aqueles que votaram nele duas vezes e que, nas pesquisas, mostram pouco entusiasmo pela ex-secretária de Estado, considerada pouco sincera.

“Não quero que fiquem em casa, pensando em que (essa eleição) é menos importante do que em 2008 e 2012”, acrescentou o primeiro presidente negro da História americana.