Sall é proclamado novo presidente do Senegal

Sall, de 50 anos, tomará posse na segunda-feira em uma cerimônia prevista para um hotel de Dacar

Dacar – O Conselho Constitucional do Senegal validou nesta sexta-feira os resultados do segundo turno das eleições presidenciais do país, realizado no último domingo, confirmando assim a vitória de Macky Sall, que havia recebido 65,8% dos votos, contra 34,2% do atual presidente, Abdoulaye Wade.

Sall, de 50 anos, tomará posse na segunda-feira em uma cerimônia prevista para um hotel de Dacar. Será um ato ao qual o novo chefe de Estado deseja imprimir um tom de sobriedade que contrasta com o populismo de seu antecessor, que prestou juramento em 2000 e 2007 no estádio Léopold Sédar Senghor de Dacar em frente a dezenas de milhares de pessoas.

Após jurar o cargo, Sall nomeará um novo primeiro-ministro encarregado de formar o primeiro governo de seu mandato de sete anos – que ele pretende reduzir a cinco, como prometeu durante a campanha eleitoral.

Além disso, o novo presidente se comprometeu a formar um gabinete de 25 ministros no máximo, adotando uma política de redução de custos no Executivo. O atual premiê, Souleymane Ndéné Ndiaye, conta com 41.