Rússia confirma início dos ataques aéreos contra o EI

O Parlamento russo aprovou hoje, por unanimidade, o pedido do presidente Vladimir Putin para iniciar as operações militares na Síria

Moscou – A Rússia realizou nesta quarta-feira os primeiros ataques aéreos contra o grupo extremista Estado Islâmico na Síria, disse o Ministério da Defesa russo.

Os ataques aéreos alvejaram posições, veículos e armazéns que a Rússia acredita pertencer aos militantes do grupo terrorista, disse o porta-voz do ministério, Igor Konashenkov, de acordo com agências russas de notícias.

A Câmara alta do Parlamento russo aprovou hoje, por unanimidade, o pedido do presidente Vladimir Putin para iniciar as operações militares na Síria, onde a Rússia tem implantado caças e outras armas nas últimas semanas. O presidente sírio, Bashar al-Assad, é um aliado-chave de Moscou.

De acordo com a Constituição russa, o presidente tem que solicitar a aprovação parlamentar para qualquer uso de tropas russas no exterior. A última vez que ele fez isso foi antes da Rússia anexar a Península da Criméia da Ucrânia em março de 2014.

O grupo Estado Islâmico já capturou grande parte da Síria e do Iraque.