Roberto Carlos pedirá indenização por campanha de Maduro

Música "Detalhes" foi usada na campanha política do atual presidente do país

São Paulo – O cantor Roberto Carlos solicitará perante a Justiça venezuelana uma indenização pelo uso não autorizado de sua canção ‘Detalhes’ na campanha política do atual presidente do país, Nicolás Maduro.

‘Fizemos a notificação jurídica a ser enviada via escritório da Venezuela, à qual se seguirão as medidas indenizatórias pelo uso indevido da obra’, declarou o assessor jurídico do cantor, Marco Campos, ao jornal Folha de S. Paulo

O advogado frisou que Roberto Carlos não costuma autorizar o uso de suas canções para fins políticos.

A televisão estatal venezuelana já tinha utilizado em fevereiro outra canção do cantor, ‘Amigos’, em uma peça publicitária que apresentava o presidente boliviano Evo Morales e o falecido ex-mandatário venezuelano Hugo Chávez como ‘irmãos de luta’.

Na nova campanha, apresentada há duas semanas na televisão estatal venezuelana, a letra da canção é ajustada para mostrar facetas na vida de Maduro, como sua antiga profissão de motorista de ônibus e sua atuação como sindicalisma, em um encontro com líderes indígenas.

A agência Polis, do publicitário brasileiro João Santana, que assessorava Chávez, negou ter vínculos com a utilização da música de Roberto Carlos e esclareceu que na atual campanha só participou da criação do vídeo de apoio do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a Maduro. EFE