Que tal receber R$3.700 para comprar uma bike? Esta cidade lhe dá

Desde 1º de fevereiro, a capital da Noruega passou a oferecer uma ajuda de custo "nada simbólica" para promover as magrelas por lá

São Paulo – Desde 1º de fevereiro deste ano, a prefeitura de Oslo, capital da Noruega, passou a oferecer uma ajuda de custo de nada menos do que US$ 1.200 (cerca de R$ 3.700) para seus habitantes comprarem uma bicicleta elétrica.

Atormentada pela poluição do ar, a cidade quer reduzir sua dependência de carro e estimular o uso de transportes mais limpos.

Com essa ajuda “nada simbólica”, a prefeitura local espera que a população se sinta mais encorajada a comprar modelos mais completos e eficientes das magrelas, que podem vir inclusive com compartimentos para guardar itens pessoais, como os porta-malas dos carros.

Dado o preço das e-bikes praticado por lá — de US$ 2.500 a US$ 6.400  o crédito vai cobrir entre 25% e 50% do custo total da magrela, relata o site CityLab.

Nem todos os moradores de Oslo, porém, receberão o auxílio. O orçamento só permite de 500 a 1000 subsídios.

Para enfrentar a poluição, além de promover a bicicleta, Oslo resolveu proibir temporariamente os veículos a diesel e também se comprometeu a tornar o centro da cidade livre de carros até 2019.

O governo da Noruega discute ainda a possibilidade de tornar o país neutro em carbono até 2030 e oferecer uma série de subsídios para estimular a geração de energia renovável.