PT aprova limitação de mandato para deputado e senador

Pelo texto, vereadores e deputados poderão exercer somente três mandatos, enquanto os senadores apenas dois

Brasília – O PT aprovou uma mudança em seu estatuto, limitando o número de mandatos de vereadores, deputados federais, estaduais e distritais e senadores do partido. Pelo texto, vereadores e deputados poderão exercer somente três mandatos, enquanto os senadores apenas dois. A alteração foi aprovada na noite de ontem no 4º Congresso do PT, em Brasília. O evento encerra-se hoje, quando os delegados votarão as emendas à resolução política do partido e devem aprovar um texto defendendo a regulamentação da mídia.

Os limites começam a valer a partir de 2014, mas todos os mandatos atuais são “zerados” para esta conta. Ou seja, somente em 2026 os deputados que tiverem exercido três mandatos serão impedidos de buscar uma nova reeleição, enquanto para os senadores a limitação começa em 2030. A proposta enfrentou resistência da cúpula do partido e só foi dada como aprovada após três votações.

“O PT quer dar o exemplo. Nós defendemos a lista fechada e muitos argumentam contra, dizendo não haver renovação. Então nós vamos fazer isso desde já”, disse o deputado federal Reginaldo Lopes (MG), um dos defensores da proposta.