Projeto que legaliza cassinos avança no Parlamento do Japão

Coalizão do governo tem uma maioria robusta na câmara alta, o que coloca como quase certo que o projeto de lei será aprovado por toda a câmara

Tóquio – Um projeto de lei polêmico para a legalização de cassinos no Japão passou por uma comissão parlamentar essencial nesta terça-feira, abrindo caminho para os jogos de azar serem autorizados na terceira maior economia do mundo.

Desdenhando as preocupações presentes até na coalizão de governo do primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, sobre o vício no jogo e outros males sociais, os parlamentares de um comitê da câmara alta aprovaram o projeto, o que essencialmente garante sua transformação em lei. Legislaturas anteriores recusaram repetidamente uma votação da proposta.

Empresas locais e internacionais, da MGM Resorts International à fabricante japonesa de máquinas de jogos Sega Sammy Holdings, podem se beneficiar de cassinos legalizados no Japão, um mercado que a empresa de corretagem CLSA estima poder render mais de 40 bilhões de dólares por ano.

A coalizão de Abe tem uma maioria robusta na câmara alta, por isso é quase certo que o projeto de lei será aprovado por toda a câmara na quarta-feira. A câmara baixa já deu seu aval.

As críticas ao projeto de lei, vindas tanto da coalizão governista quanto de partidos da oposição, se concentraram nos temores de males sociais relacionados aos jogos, como o vício e o crime organizado.

Nesta semana, uma pesquisa de opinião da emissora pública NHK revelou 44 por cento de oposição e só 12 por cento de apoio à medida, enquanto 34 por cento dos entrevistados se disseram indecisos.