Problema dos EUA com bebidas alcoólicas está cada vez pior

Número de adultos que bebe compulsivamente pelo menos uma vez por semana pode chegar a 30 milhões, mais que a população da maioria dos estados do país

Os americanos estão bebendo mais do que antigamente, uma tendência preocupante com implicações possivelmente terríveis para os futuros custos de saúde do país.

O número de adultos que bebe compulsivamente pelo menos uma vez por semana pode chegar a 30 milhões, mais que a população de cada um dos estados do país, exceto Califórnia, de acordo com um estudo publicado na quarta-feira no periódico acadêmico JAMA Psychiatry. Um número semelhante relatou abuso ou dependência de bebidas alcoólicas.

Entre os gêneros, as mulheres mostraram o maior aumento no uso abusivo de bebidas alcoólicas, de acordo com o relatório.

“Este deveria ser um grande alerta”, disse David Jernigan, diretor do Centro de Marketing de Álcool e Juventude da Faculdade de Saúde Pública Johns Hopkins Bloomberg, que não esteve envolvido na pesquisa. “O álcool é nosso principal problema de droga, e não é um problema apenas entre os jovens.”

Embora o consumo de álcool entre menores de idade tenha diminuído nos últimos anos, entre adultos ele aumentou em todos os grupos demográficos. O aumento também foi especialmente grande entre idosos, minorias e pessoas com níveis mais baixos de escolaridade e renda dos EUA.

Esse aumento é “surpreendente”, disse Bridget Grant, pesquisadora do Instituto Nacional sobre Abuso de Álcool e Alcoolismo e principal autora do artigo. “Não vimos aumentos assim por três ou quatro décadas.”

A proporção de adultos que relataram qualquer uso de bebidas alcoólicas, consumo de alto risco, dependência ou abuso de álcool aumentou significativamente entre as pesquisas realizadas em 2001-02 e as seguintes, em 2012-2013.

Os pesquisadores entrevistaram pessoalmente dezenas de milhares de indivíduos fazendo perguntas semelhantes, o que oferece uma perspectiva robusta e representativa nacionalmente de como os hábitos de consumo de bebidas alcoólicas dos americanos evoluíram no século 21.

Cerca de 12,6 por cento dos adultos relataram um consumo de risco durante o ano anterior em 2012-13, em comparação com 9,7 por cento em 2001-02.

O comportamento era considerado de alto risco se as pessoas superassem as diretrizes do governo sobre o consumo excessivo de álcool, quatro doses em um dia para as mulheres e cinco doses para os homens, pelo menos uma vez por semana.

Esse aumento de 3 pontos porcentuais pode não parecer um salto enorme, mas, considerando que a população adulta dos EUA é de cerca de 250 milhões, ele significa aproximadamente que mais 7 milhões de pessoas passaram a beber de forma compulsiva pelo menos uma vez por semana.

O aumento do uso abusivo ou dependência de bebidas alcoólicas foi ainda maior: cerca de 12,7 por cento dos entrevistados relataram esse comportamento no período 2012-2013, em comparação com 8,5 por cento em 2001-02.

Esse aumento porcentual equivale aproximadamente a 10,5 milhões de pessoas na população atual.

As pesquisas avaliaram o uso abusivo ou a dependência usando critérios padronizados de diagnóstico, com perguntas como se as pessoas tinham dificuldade em reduzir o consumo ou se continuavam bebendo inclusive quando isso causava problemas com familiares e amigos.

Não há uma única explicação para o aumento. Os pesquisadores apontam para o estresse econômico após a Grande Recessão; a maior facilidade de acesso às bebidas alcoólicas em restaurantes e varejistas; e o impacto reduzido dos impostos sobre o álcool. Como porcentual da renda média, o álcool é mais barato hoje do que em qualquer momento desde pelo menos 1950.

O marketing generalizado da indústria do álcool e novos produtos, como vodcas aromatizadas ou misturadas com limonada ou chá gelado, também podem estar provocando parte do aumento entre as mulheres e outros grupos demográficos, disse Jernigan.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s