Princesa dirigirá área feminina de esporte da Arábia Saudita

Conselho de Ministros nomeou a princesa Rima Bint Bandar Bin Sultan Al-Saud para o comando do Departamento de Mulheres da Autoridade Pública de Esportes

Riad – O Conselho de Ministros da Arábia Saudita nomeou nesta segunda-feira a princesa Rima Bint Bandar Bin Sultan Al-Saud para o comando do Departamento de Mulheres da Autoridade Pública de Esportes, órgão que atua como uma espécie de ministério, uma vez que não existe uma pasta para este tema no país.

A princesa Rima nasceu em Riad em 1975 e, após viver e estudar nos Estados Unidos, onde seu pai era embaixador, voltou a seu país para atuar como ativista a favor da inclusão das mulheres no mercado de trabalho e na esfera pública. Além disso, ela liderou campanhas de luta contra o câncer de mama e diversas causas femininas que seguem como tabu na Arábia Saudita.

Rima ocupa posto na diretoria de uma empresa de sua poderosa família na Arábia Saudita e trabalha como assessora da multinacional de transporte compartilhado Uber, popular entre as mulheres no país, já que elas são proibidas de dirigir.

A princesa também faz parte do conselho consultivo da TEDx, iniciativa que organiza fóruns de discussão e troca de ideias inovadoras no mundo todo.

A nomeação da princesa Rima acontece em momento de abertura para as mulheres no âmbito esportivo da Arábia Saudita. Elas não praticam esportes como profissionais ou amadoras e também não recebem aulas sobre o tema nas escolas.

Recentemente, alguns clubes sauditas abriram suas portas às mulheres, já que a legislação local não proíbe expressamente que elas frequentem os locais ou façam parte de equipes profissionais.

Este é o caso de Dilma Malhas, que ganhou uma medalha de bronze em hipismo nos Jogos Olímpicos da Juventude de Cingapura, em 2010.

Os líderes religiosos do reino ultraconservador se opõem a esta abertura. Em 2009, o Mufti – maior autoridade religiosa muçulmana – saudita ressaltou que considera que a prática do esporte é uma vergonha para as mulheres e as expõe aos homens.