Primeiro porta-aviões chinês chega a Hong Kong

O navio de 305 metros foi construído na União Soviética há 30 anos

O primeiro porta-aviões operacional da China chegou a Hong Kong nesta sexta-feira, em uma demonstração do poderio militar de Pequim, menos de uma semana após a visita do presidente chinês, Xi Jinping, à ilha.

A visita de Xi ocorreu em meio às comemorações do 20º aniversário da devolução de Hong Kong à China por parte dos britânicos, e nesta ocasião ficou claro que Pequim considera o território como um foco potencial de dissensão política inaceitável.

O porta-aviões Liaoning, um navio de 305 metros construído na União Soviética há 30 anos, foi adquirido em 2012.

O ministério chinês da Defesa informou que o Liaoning – que tem o nome de uma província do nordeste da China – integra uma flotilha “em missão de treinamento de rotina”.

A visita do porta-aviões recorda o 20º aniversário da entrada das Forças Armadas chinesas em Hong Kong, disse à imprensa o porta-voz do ministério, Wu Qian.