Premiê norueguês diz que situação é ‘grave’ após atentado

Jens Stoltenberg segue escondido por questões de segurança; sete mortes já foram confirmadas

Berlim – O primeiro-ministro norueguês, Jens Stoltenberg, qualificou como “grave” a situação após o atentado com bomba registrado nesta sexta-feira no distrito governamental de Oslo e afirmou que nenhum membro do Executivo foi ferido pela explosão, que segundo a Polícia provocou “várias” mortes.

Por razões de segurança, Stoltenberg, que deu estas declarações por telefone à emissora de televisão norueguesa “TV2”, se encontra em um lugar não revelado.

No momento do atentado, perpetrado por volta das 10h20 (horário de Brasília), Stoltenberg não estava em seu escritório.

Até agora, a Polícia norueguesa confirmou duas mortes, enquanto faz buscas nas imediações do complexo governamental para localizar outros possíveis artefatos.

De acordo com meios de comunicação noruegueses, a Polícia teme que haja pessoas presas nos edifícios afetados, muitos dos quais sofreram sérios danos