Premiê da China promete lutar contra poluição e corrupção

O primeiro-ministro da China disse que seu governo vai fazer de tudo para combater a poluição e prometeu tolerância zero para a corrupção

Pequim – O primeiro-ministro da China, Li Keqiang, disse na quinta-feira (horário local) que seu governo vai fazer tudo o que puder para combater a poluição e prometeu tolerância zero para a corrupção, dois temas muito sensíveis na sociedade chinesa.

Li, em discurso na abertura da sessão plenária anual do Congresso Nacional do Povo, o Parlamento, chamou a poluição de “chaga sobre a qualidade de vida das pessoas e um problema que pesa sobre seus corações”.

“Precisamos lutar com todas as nossas forças”, disse Li.

“Precisamos fazer cumprir rigorosamente as leis e regulamentos ambientais; reprimir os culpados de criar emissões ilegais e garantir que paguem um preço alto por esses delitos; e responsabilizar aqueles que permitem tais emissões ilegais, puni-los.” Sobre corrupção, um problema profundamente arraigado na China que o presidente do país, Xi Jinping, prometeu combater, Li disse que a batalha não terá fim.

“Nossa posição dura sobre a corrupção está aqui para ficar. Nossa tolerância para a corrupção é zero, e qualquer culpado de corrupção será tratado com seriedade. Vamos fazer com que todos os casos de corrupção, caso sejam cometidos no alto ou baixo escalão, sejam severamente punidos”, disse ele.

“Vamos intensificar a supervisão do governo, fazer pleno uso de auditoria e controlar rigorosamente os fundos públicos, recursos públicos e bens de propriedade estatal.” Xi disse que serão alvos os “tigres” do alto escalão, bem como as “moscas”, no seu esforço de combate à corrupção.