População carcerária dispara na Inglaterra após distúrbios

Associação de Diretores de Prisões britânica avisou que as cadeias do país ficarão sem espaço para abrigar mais detentos após os atos de vandalismo

Londres – A população carcerária na Inglaterra aumentou na semana passada em mais de “100 presos diários” por conta dos distúrbios registrados em Londres, segundo dados divulgados nesta sexta-feira.

A Associação de Diretores de Prisões advertiu que as cadeias do país ficarão sem espaço para abrigar mais detentos se continuarem chegando no ritmo atual.

A organização apontou que o número total de presos na Inglaterra e Gales é de 86.608, o que representa um aumento de 677 reclusos entre domingo passado e quinta-feira.

No entanto, apesar da atual situação, ainda não se pode falar em crise, declarou a fonte.

Normalmente, a população carcerária diminui ou permanece estável em agosto, já que durante esse mês há menos casos judiciais e são enviadas menos pessoas à prisão.

Após a explosão dos distúrbios em Londres no sábado, 6 de agosto, e sua propagação para outras cidades inglesas, o número de prisioneiros disparou e a demanda de celas, particularmente em centros penitenciários da capital britânica, é muito elevada, segundo informa a BBC.

Na semana passada, o Ministério da Justiça do Reino Unido mencionou um aumento da população carcerária de 440 pessoas desde o início dos distúrbios e relatou que o Executivo contava com planos de contingência prontos.

Entre esses planos está incluída a colocação de uma cama extra em uma cela para duas pessoas.

Segundo a BBC, esta situação poderia pressionar o governo para manter abertas duas prisões londrinas cujo fechamento estava previsto para o próximo mês.