Dólar R$ 3,27 0,13%
Euro R$ 3,63 -0,15%
SELIC 11,25% ao ano
Ibovespa -0,51% 63.761 pts
Pontos 63.761
Variação -0,51%
Maior Alta 3,64% FIBR3
Maior Baixa -2,44% CIEL3
Última atualização 29/05/2017 - 17:21 FONTE

Poluição extrema exige medidas extremas, certo? É o que Paris fez

Cidade torna metrô e ônibus gratuitos para combater poluição recorde, além de liberar bicicletas e carros elétricos do sistema de compartilhamento

São Paulo – Pelo quarto dia consecutivo, a prefeitura de Paris decidiu tornar gratuito todos os seus meios de transporte público, a fim de estimular a população a deixar o carro em casa e combater a pior onda de poluição na cidade em 10 anos.

O problema se acentuou neste inverno devido a associação do tempo frio e falta de ventos com a intensa circulação de automóveis (a maioria a diesel), aviões e fábricas que liberam na atmosfera partículas perigosas para a saúde.

Além de liberar o acesso ao serviços de metrô e ônibus, a prefeitura também tornou gratuito o uso do sistema de compartilhamento de bicicleta, o famoso Vélib, e o de compartilhamento de carros elétricos, o Autolib.

Outra medida adotada foi o rodízio de carros, apenas metade da frota de quatro-rodas tem permissão para rodar de acordo com o final da placa.

A baixa visibilidade provocada pela neblina de fumaça também levou à redução do limite de velocidade nas rodovias da região.

Poluição encobre horizonte de Paris em 09.12.2016

Poluição encobre horizonte de Paris em 09.12.2016 (GONZALO FUENTES/Reuters)

Ontem (08), o índice de poluição do ar da cidade chegou a 89 microgramas por metro cúbico, bem acima do nível base de de alerta, que é de 80.

A principal preocupação das autoridades saúde é com as chamadas PM10, partículas inaláveis compostas por substâncias como dióxido de enxofre, monóxido de carbono, óxidos de nitrogênio, hidrocarbonetos, ozônio e chumbo, que penetram nas vias respiratórias e no pulmão.

Segundo o jornal Le Figaro, é esperada uma redução dos níveis de poluição neste fim de semana, com a queda drástica da circulação de carros e chegada de ventos fortes que devem ajudar a dispersar os poluentes.

Neste tuíte da prefeitura é possível ver a área da capital francesa que está em situação de alerta e com tráfego alternado: