Polônia diz que pode apoiar Ucrânia se crise aumentar

Ministro das Relações Exteriores afirmou ainda que a Polônia se candidatou a se tornar um membro não-permanente do Conselho de Segurança da ONU

Varsóvia – O ministro de Relações Exteriores da Polônia, Grzegorz Schetyna, afirmou nesta quinta-feira que a Polônia, assim como outros países, pode dar apoio à área de defesa da Ucrânia se o conflito no leste ucraniano aumentar.

“Nós não podemos descartar que, no caso de renovação da escalada de ações militares, nós seremos forçados, assim como outros países que avaliam a situação similarmente a nós, a tomar uma decisão sobre um apoio mais forte para o Estado ucraniano, incluindo suas capacidades de defesa”, disse o ministro.

Schetyna afirmou ainda que a Polônia se candidatou a se tornar um membro não-permanente do Conselho de Segurança da ONU em 2018-2019.