Dólar R$ 3,28 0,12%
Euro R$ 3,67 0,13%
SELIC 11,25% ao ano
Ibovespa -0,05% 63.227 pts
Pontos 63.227
Variação -0,05%
Maior Alta 22,54% JBSS3
Maior Baixa -4,09% CYRE3
Última atualização 25/05/2017 - 17:21 FONTE

Polícia turca detém 118 membros do partido pró-curdo HDP

Eles são acusados de terem feito propaganda a favor do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK)

Ancara – A Polícia turca deteve nesta segunda-feira 118 membros do pró-curdo e esquerdista Partido Democrático dos Povos (HDP) em várias operações realizadas em cinco províncias do país, informou a agência semipública turca “Anadolu”.

Os membros do HDP, a terceira maior força do parlamento turco, foram detidos esta manhã, em uma operação que continua, sob a acusação de terem feito propaganda a favor do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK).

A divisão antiterrorista da Polícia realizou operações simultâneas nos escritórios do partido, onde apreendeu computadores e documentação.

A metade das detenções aconteceu na província de Mersin, no sudeste do país, enquanto o resto das operações aconteceu em Istambul, Ancara, Adana e Manise.

Na província de Ancara foram detidos 17 membros do HDP, entre eles o chefe do partido na província, Ibrahim Binici.

Também foi detida a chefe provincial de Istambul, Aysel Güzel, e outras 19 pessoas.

Estas detenções aconteceram um dia depois que o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, prometeu “lutar até o final contra a praga do terrorismo”, após o duplo atentado do sábado reivindicado pela guerrilha curda Falcões da Liberdade do Curdistão (TAK) – grupo que se separou do PKK -, que causou pelo menos 41 mortos, 30 deles policiais.