Polícia prende 25 pessoas em operação na França

No total, a polícia francesa fez 414 buscas, deteve 60 pessoas, colocou 118 em prisão domiciliar e apreendeu 75 armas desde sexta-feira

Paris – As buscas feitas por policiais franceses durante a madrugada de quarta-feira resultaram na prisão de 25 pessoas, afirmou o Ministro do Interior da França, Bernard Cazeneuve.

As prisões são resultado da política nacional de busca de terroristas, impulsionada pelo estado de emergência declarado no país após os atentados do fim de semana em Paris.

No total, a polícia francesa fez 414 buscas, deteve 60 pessoas, colocou 118 em prisão domiciliar e apreendeu 75 armas desde sexta-feira.

O parlamento francês deve votar até o fim de semana uma emenda para prolongar o estado de exceção por mais três meses.

A medida permite às autoridades fechar “qualquer associação ou agrupamento” – o que inclui, sobretudo, mesquitas e grupos comunitários – capaz de encorajar a população a participar de atos terroristas.

O presidente François Hollande afirmou que quaisquer lugares onde as pessoas “louvem o terrorismo” serão fechados.

Além disso, ao falar com prefeitos de diversas cidades na quarta-feira, Hollande pediu que os franceses não tenham medo e que a população volte aos cafés e museus para retomar completamente a vida.

O líder francês prometeu segurança extra para assegurar que os museus sejam reabertos a fim de que “nossos turistas sejam bem-vindos”.

Os ataques de suicidas islâmicos mataram pelo menos 129 pessoas na sexta-feira, em Paris. Os alvos foram uma casa de shows, cafés e o Stade de France.