Polícia encontra objeto suspeito e fecha rua próxima a ataque

A imprensa alemã aponta que a Polícia de Berlim considera como principal linha de investigação a hipótese de um atentado terrorista

Berlim – A Polícia de Berlim interrompeu nesta segunda-feira a circulação em uma das ruas próximas a Breitscheidplatz, no centro da cidade, onde nove pessoas morreram após terem sido atropeladas por um caminhão que invadiu um mercado de Natal, por ter encontrado um “objeto suspeito”.

Os agentes informaram sobre o novo incidente através da conta oficial no Twitter, canal usado para divulgar detalhes da operação iniciada depois do ataque com o caminhão que chocou o país.

A imprensa alemã aponta que a Polícia de Berlim considera como principal linha de investigação a hipótese de um atentado terrorista.

No entanto, as autoridades não confirmaram oficialmente essa possibilidade e pediram que especulações sejam evitadas.

O caminhão, com placa da Polônia, invadiu a área de pedestres de Breitscheidplatz e atropelou pessoas que visitavam o tradicional mercado de rua natalino instalado no local, junto à emblemática Gedächtniskirche (em alemão, igreja da lembrança), bombardeada durante a Segunda Guerra Mundial.

As autoridades da Alemanha confirmaram a morte de nove pessoas. Mais de 50 tiveram feridos de diferentes gravidades.

Nas proximidades do local do ataque, os agentes prenderam uma pessoa suspeita e investigam se ele é o motorista do caminhão. Um homem que o acompanhava morreu em Breitscheidplatz.

O prefeito de Berlim, Michael Müller, e o secretário de Interior, Andreas Geisel, devem conceder uma entrevista coletiva amanhã junto com os responsáveis da Polícia para informar sobre o andamento da investigação, que foi assumida pela Procuradoria Federal.