Polícia acusa homem por “terrorismo” em metrô de Londres

Testemunhas disseram que o agressor supostamente gritou: "Isso é pela Síria!"

Londres – A polícia britânica acusou um homem de tentativa de homicídio após um ataque com faca em uma estação de metrô de Londres na noite de sábado, em um incidente descrito pela polícia como ato terrorista.

A polícia disse que Muhaydin Mire, um londrino de 29 anos, iria se apresentar ao Tribunal de Magistrados de Westminster nesta segunda-feira.

Um homem sofreu ferimentos sérios, mas sem riscos de vida, no ataque que aconteceu na estação de Leytonstone, enquanto uma segunda pessoa teve ferimentos leves.

Testemunhas disseram que o agressor supostamente gritou: “Isso é pela Síria!”.

A Grã-Bretanha está em seu segundo nível de alerta de segurança mais alto, em “severo”, o que significa que um ataque militante é considerado altamente possível, embora não seja iminente, principalmente por conta da ameaça imposta por militantes do Estado Islâmico na Síria e Iraque.

Na semana passada, aviões de guerra britânicos realizaram ataques aéreos pela primeira vez contra o Estado Islâmico na Síria.