PF alemã assume investigação de suposto atentado em Berlim

Agentes das forças especiais da polícia revistaram durante a madrugada um dos maioress albergues de refugiados da capital

Berlim – O Escritório Federal de Investigação Criminal alemão (BKA) informou nesta terça-feira que assume a investigação do suposto atentado terrorista ocorrido ontem em um mercado natalino de Berlim, onde morreram 12 pessoas e cerca de 50 ficaram feridas.

Segundo informou a “BKA”, o Ministério Público abriu um procedimento e encarregou as investigações, até agora em mãos da Polícia de Berlim, à primeira organização oficial que apontou oficialmente um “suposto atentado terrorista”.

O ministro alemão de Interior, Thomas de Maizière, ordenou que as bandeiras ondeiem a meio mastro em todo o país em lembrança das vítimas do “ataque violento”.

Depois que o caminhão atropelou os visitantes do mercado natalino instalado na cêntrica Breitscheidplatz, no oeste de Berlim, o motorista fugiu do local e a polícia informou pouco depois da detenção de um possível suspeito.

As autoridades não confirmaram sua identidade, embora diversos veículos de imprensa alemães apontem para um solicitante de asilo, supostamente paquistanês ou afegão, que chegou à Alemanha no final de 2015 ou no começo deste ano.

Segundo vários veículos de imprensa locais, agentes das forças especiais da polícia revistaram durante a madrugada um dos maioress albergues de refugiados da capital, situado em um dos hangares do antigo aeroporto de Tempelhof.