Pequim emite alerta sobre a poluição do ar

O governo da capital chinesa orientou que os moradores fiquem em casa enquanto medidas de emergência são tomadas

Pequim – Pequim advertiu nesta quarta-feira que os seus moradores devem permanecer em casa, após o anúncio de medidas de emergência para combater uma pesada neblina de poluição, que encobre a capital chinesa e partes do país.

O governo municipal informou que crianças, idosos e pessoas mais sensíveis à baixa qualidade do ar devem evitar sair às ruas.

As autoridades anunciaram o fechamento de 103 indústrias e ordenaram a retirada de circulação de 30% dos veículos nas estradas na terça-feira.

A espessa nuvem de ar tóxico está pelo terceiro dia consecutivo estacionada na capital.

A visibilidade na área central de Pequim ficou reduzida a 300 metros, de acordo com a televisão estatal, o que provocou o cancelamento de 29 voos e o atraso de outros sete.

As tímidas medidas adotadas não permitiram evitar novas taxas preocupantes. O Índice de Qualidade do Ar (AQI) da embaixada americana em Pequim, que serve de referência para muitos moradores da China, chegou nesta quarta-feira a 338.

O AQI é “insalubre” acima de 150, “perigoso” ao superar 300 e “fora de controle” sobre 500.

O Centro Municipal de Controle Ambiental de Pequim o situou em 305 durante a tarde, quando informou que o ar da capital estava “muito poluído”.

Os problemas de poluição na China são atribuídos à rápida urbanização do país e ao seu acentuado desenvolvimento econômico.