Pentágono testa com sucesso “enxame” de drones

Os progressos em inteligência artificial agora tornam possível a formação de grupos de pequenos drones, que agem coletivamente

O Pentágono testou com sucesso 103 pequenos drones em uma missão coletiva, visando um novo tipo de armamento que segundo os estrategistas militares terá um grande futuro, revelaram nesta segunda-feira oficiais dos EUA.

Os progressos em inteligência artificial agora tornam possível a formação de grupos de pequenos drones, que agem coletivamente sob a direção de um ser humano.

Os estrategistas militares preveem um grande futuro para estes enxames de drones, baratos de fabricar e com a força de sua capacidade numérica para superar as defesas do inimigo.

Em outubro passado, o Pentágono testou um enxame de 103 pequenos drones – de 16 cm de comprimento – lançados de três aviões de combate F/A-18 Super Hornet.

Durante o teste, pequenos drones Perdix mostraram várias habilidades promissoras, executando uma “ordem coletiva”, assim como adaptaram seu comportamento individual aos objetivos da missão.