Patrimônio de José Mujica cresceu 73,5% em 2 anos

O patrimônio do presidente do Uruguai atualmente é de cerca de R$ 716 mil, segundo números oficiais

Montevidéu – O patrimônio do presidente do Uruguai, José Mujica, considerado há algum tempo pela imprensa internacional o líder mais pobre do mundo, aumentou 73,5% nos dois últimos anos e atualmente é de cerca de R$ 716 mil, segundo números oficiais divulgados nesta terça-feira pela imprensa local.

Mujica, um ex-líder guerrilheiro Tupamaro que passou 13 anos preso em duras condições antes e durante a ditadura que governou no Uruguai entre 1973 e 1985, vive de forma humilde em uma chácara (casa de campo) nos arredores de Montevidéu.

O líder acaba de declarar um patrimônio líquido de 7.296.190,48 pesos uruguaios, equivalentes a R$ 715,940 mil segundo os dados apresentados por Mujica na declaração de bens correspondente a 2014 perante a Junta de Transparência e Ética Pública (Jutep).

A declaração de bens do presidente por lei deve ser divulgada pela Jutep no Diário Oficial e hoje a publica a página digital do jornal “El País”.

De acordo com os números detalhados, Mujica, que assumiu o cargo em 1º de março de 2010, aumentou em 73,5% seu patrimônio desde 2012.

Na declaração deste ano, Mujica disse que em sua condição de presidente recebe um salário de 292.193 pesos (equivalente a R$ 28.671) e pela primeira vez declarou depósitos bancários por 2.358.690 pesos (R$ 231.447) divididos em duas contas na estatal Brou e uma na venezuelana.

Mujica detalhou que é proprietário da chácara onde vive, avaliada em cerca de R$ 434,772 mil; da metade de dois terrenos cujo preço estimado é de R$ 53,353 mil e de dois carros no valor de R$ 10,570 mil.

O presidente afirmou, além disso, que é dono de dois tratores e outras máquinas agrícolas por um total de R$ 42,414 mil.

Na declaração, Mujica relata além disso que desde que assumiu como presidente doou 5.812.179 pesos (R$ 570,321 mil) ao Plano Juntos, destinado a construir casas para famílias de baixa renda.

Para respaldar a construção dessas casas, o presidente também doou uma pá mecânica avaliada em R$ 89,294 mil e uma serraria que custou R$ 44,647 mil.

Além disso, no período de seu mandato, Mujica forneceu à governante coalizão de esquerda Frente Ampla 1.962.349 pesos (R$ 192,556 mil).

De acordo com a regulamentação interna do FA, que ocupam cargos políticos em sua representação devem realizar uma contribuição de seus salários.