Partido de oposição pede novas eleições na Itália

O Movimento Cinco Estrelas se opôs ao referendo e disse que a proposta é antidemocrática e atribuiu muitos poderes ao governo

São Paulo – O partido Movimento Cinco Estrelas (M5S), de oposição ao governo do primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi, pediu eleições imediatas após a derrota governista no referendo de reforma constitucional no último domingo.

Segundo o jornal britânico The Guardian, o partido se opôs ao referendo e disse que a proposta é antidemocrática e atribuiu muitos poderes ao governo.

O presidente do M5S, Beppe Grillo, tuitou que o resultado do referendo era uma lição para todos: “Você não pode continuar mentido para as pessoas sem sofrer consequências”.

Ontem, o presidente da Itália, Sergio Mattarella, aceitou a renúncia de Matteo Renzi, mas pediu que o premiê adie sua saída do cargo para depois da aprovação do orçamento do país.