Dólar R$ 3,28 0,39%
Euro R$ 3,67 -0,04%
SELIC 11,25% ao ano
Ibovespa 0,95% 63.257 pts
Pontos 63.257
Variação 0,95%
Maior Alta 5,04% SMLE3
Maior Baixa -3,99% MRFG3
Última atualização 24/05/2017 - 17:20 FONTE

Parques de SP ganham placas contra abandono de animais

Largar animais em áreas verdes, além de ser uma crueldade, é considerado crime pela legislação brasileira

São Paulo – Está previsto no artigo 32 da Lei federal 9.605/98 de Crimes Ambientais: abandonar animais – sejam eles silvestres ou domésticos, nativos ou exóticos – é crime, com pena de detenção de três meses a um ano, além de multa. E mais: caso o bicho abandonado morra, a pena do criminoso pode aumentar de um sexto a um terço.

Mesmo assim, abandonar animais em áreas verdes, infelizmente, ainda é uma prática muito comum no Brasil. Para tentar coibi-la, a Secretaria do Meio Ambiente de São Paulo (SMA) espalhará 20 placas informativas nos parques públicos do Estado onde, segundo levantamento feito por grupos voluntários, o ato de largar animais, como cães e gatos, é mais frequente.

As placas informam que o abandono aos bichos é um crime ambiental que, além de tudo, pode gerar impactos negativos no meio ambiente sobretudo nas espécies nativas que vivem nos parques públicos – e, também, na saúde dos seres humanos que frequentam esses locais. 


Animais abandonados:

– ficam condenados a uma vida indigna; 
– competem por espaço e alimento com a fauna silvestre;
– ficam expostos a doenças que, inclusive, podem ser transmitidas aos humanos;
– se reproduzem descontroladamente e
– podem se tornar agressivos, sendo um perigo para os frequentadores dos parques públicos e, sobretudo, para as crianças.

A ideia da SMA é conscientizar as pessoas de que abandonar nunca é a melhor solução e ainda incentivá-las a denunciar – na Polícia Militar Ambiental (190) ou no Disque Ambiente (0800 11 3560) -, caso presenciem algum tipo de maltrato aos animais.

Por enquanto, 12 placas informativas serão instaladas no Parque Estadual Alberto Löfgren, na zona norte, quatro no Parque Villa-Lobos, na zona oeste, e outras quatro aguardam definição.

O lançamento oficial da iniciativa acontece nesta quinta-feira (04), não por acaso, o Dia Mundial dos Animais. De acordo com a SMA, outros parques públicos, da capital e também do interior, serão contemplados pelo projeto até o ano que vem.