Parlamento ucraniano aprova orçamento do Estado para 2016

A Rada Suprema da Ucrânia aprovou a lei de orçamentos do Estado para 2016 com um déficit equivalente a 3,7% do PIB

Kiev – A Rada Suprema (legislativo) da Ucrânia aprovou nesta sexta-feira a lei de orçamentos do Estado para 2016 com um déficit equivalente a 3,7% do Produto Interno Bruto (PIB), como tinha sido definido em acordo entre o governo ucraniano e o Fundo Monetário Internacional (FMI).

Após uma longa sessão, o projeto de lei foi votado nesta madrugada e recebeu o respaldo de 263 deputados, 37 a mais que necessário para a aprovação.

“Compreendo que não são os melhores orçamentos, mas é necessário aprová-los”, disse o primeiro-ministro ucraniano, Arseni Yatseniuk, ao pedir o voto dos legisladores.

Anteriormente, o chefe do governo tinha advertido que caso não fossem aprovados os orçamentos do Estado com o déficit pactuado com o FMI, o país viveria uma catástrofe econômica, já que ficaria privado da possibilidade de receber ajuda do organismo financeiro.

A lei contempla uma verba de receita de 591,1 bilhões de grivnas (R$ 101,55 bilhões) e despesas de 684,5 bilhões de grivnas (R$ 117,6 bilhões).

À despesa em defesa e segurança, são destinados 113,6 bilhões de grivnas (R$ 19,52 bilhões), soma equivalente a 5% do PIB, como tinha processado o Conselho de Defesa e Segurança Nacional.

Os orçamentos para 2016 foram calculados com uma cotação média anual de 24,1 hrivnas por dólar e preveem um aumento do PIB em 2%.