Paris tem 3º dia de restrição de trânsito devido à poluição

Nunca havia sido aplicado mais de um dia seguido do dispositivo conhecido como "circulação alternada"

Paris – Paris e seu entorno vivem nesta quinta-feira seu terceiro dia consecutivo de restrições ao trânsito (neste caso têm proibida a circulação dos veículos com placas com final ímpar) por causa dos altos níveis de poluição atmosférica por micropartículas em mais de dez anos.

A Airparif, organização de medição da poluição, prevê que se volte a superar o nível de alerta de 80 microgramas de partículas finas por metros cúbicos de ar (ontem chegou a 90 após um pico de 100 na terça-feira), e a situação pode se prolongar até o fim de semana.

“A poluição é neste momento de quatro a cinco vezes mais elevada do que em um dia comum”, afirmou a porta-voz da Airparif, Amélie Fritz, em declarações a “Le Parisien”.

Nunca até agora se tinha aplicado mais de um dia seguido este dispositivo conhecido como “circulação alternada” (nos dias pares só podem circular as placas com final par e nos ímpares com final ímpar) e os primeiros dados deixam entrever que não teve o impacto sobre a redução do trânsito como se esperava.

A Airparif constatou ontem uma redução de apenas 8% de poluição, frente a uma baixa de 18% em 2014 quando se utilizou a mesma medida.

A “circulação alternada” contempla exceções para os considerados “veículos limpos” (elétricos e híbridos), assim como para ambulâncias, serviços de urgência, missões oficiais, táxis, ônibus, carros de autoescola, caminhões frigoríficos e outros de entregas, e aqueles com placa estrangeira.