Paris diz que acidente nuclear é mais grave do que admite Tóquio

Autoridades francesas acreditam que acidente em Fukushima pode ter atingido a categoria 6; Japão mantém crise no nível 4

Paris – O presidente da Autoridade da Segurança Nuclear (ASN) da França, André-Claude Lacoste, disse nesta segunda-feira que o acidente da usina nuclear japonesa de Fukushima poderia ser de nível 5 ou 6 sobre uma escala de 7, ou seja, acima do nível 4 que admitiu o Japão.

“Tenho a sensação que estamos pelo menos no nível 5 e talvez no nível 6”, por isso ultrapassou o nível americano de “Three Mile Island sem chegar ao de Chernobil”, afirmou Lacoste em entrevista coletiva.

O especialista francês em segurança atômica afirmou que “não há dúvida de que se produziu um princípio de fusão do núcleo dos reatores 1 e 3 da central”, e também do número 2.

A ASN acrescentou que “globalmente, os resíduos radioativos no entorno são grandes”, após o terremoto e o tsunami.