Paquistão pede ajuda a ONU para reduzir tensões na Caxemira

A ONU solicitou à Índia e ao Paquistão que tenham moderação, após Nova Délhi levar adiante uma série de bombardeios dentro da zona

O Paquistão pediu nesta sexta-feira (30) ao secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, que intervenha pessoalmente para ajudar a reduzir as crescentes tensões com a Índia sobre a disputa pela Caxemira.

“Este é um momento perigoso para a região”, disse à AFP o embaixador do Paquistão, Maleeha Lodhi, após se reunir com Ban na sede da ONU em Nova York.

“Chegou o momento de uma intervenção audaciosa, se quisermos evitar uma crise, porque podemos ver uma crise em ascensão”, indicou.

As tensões entre esses dois países aumentaram desde que o governo indiano acusou militantes com base no Paquistão de terem lançado um ataque a uma base militar indiana na Caxemira no começo do mês. Na ofensiva, 18 soldados morreram.

A ONU solicitou à Índia e ao Paquistão que tenham moderação, após Nova Délhi levar adiante uma série de bombardeios dentro da zona da Caxemira controlada pelo Paquistão.