Paquistão lança míssil com capacidade nuclear e alcance de 700 km

Segundo comunicado, míssil pode levar diferentes tipos de ogivas nucleares e pode alcançar "com alta precisão" alvos em mar e terra

Islamabad – O Paquistão testou nesta quarta-feira com sucesso seu míssil de cruzeiro Babur, capaz de transportar ogivas nucleares e com um alcance de 700 quilômetros, suficiente para alcançar Nova Délhi, em momentos de crescente tensão diplomática entre ambos países.

O Babur tem capacidade para levar diferentes tipos de ogivas nucleares e pode alcançar “com alta precisão” alvos em mar e terra localizados a 700 quilômetros de distância, declarou em comunicado o escritório de imprensa do Exército paquistanês.

Segundo a nota, trata-se de um míssil de voo equipado com tecnologias de navegação de última geração Y que foi desenvolvido no país asiático.

“O Babur Cruise é uma importante força multiplicadora para a estratégia de defesa do Paquistão”, acrescenta o comunicado, sem oferecer mais detalhes sobre as circunstâncias do teste.

O chefe do Estado-Maior do Exército, o general Zubair Mahmood Hayat, que foi nomeado em novembro, presenciou o teste e declarou que este “fortalece ainda mais a capacidade de dissuasão” do Paquistão.

O teste ocorre no meio de uma escalada de tensão entre Paquistão e Índia, países que protagonizaram nos últimos meses enfrentamentos em sua fronteira de fato, com dezenas de mortos civis e militares, e reprovamentos diplomatos mútuos.

A crise entre ambos países explodiu em setembro após uma ação de insurgentes paquistaneses que acabou com a vida de 19 soldados indianos, à qual o gigante asiático respondeu com ataques “cirúrgicos” na fronteira e uma campanha diplomática contra o Paquistão.

A Índia e Paquistão mantêm há anos uma corrida armamentista.