Papa Francisco diz que Martinho Lutero levou Bíblia às pessoas

O pontífice quer entrar para a história como um grande defensor do diálogo entre as religiões e mantém boas relações com judeus, protestantes e muçulmanos

O papa Francisco vai iniciar na segunda-feira uma viagem de dois dias à Suécia, onde participará das comemorações organizadas com motivo dos 500 anos da Reforma de Martinho Lutero, que provocou um cisma na Igreja Católica, em um gesto histórico de reconciliação com os protestantes.

Um dos pontos centrais da visita do papa argentino será a sua presença em uma cerimônia conjunta na cidade de Lund, sul da Suécia, para comemorar o aniversário da reforma impulsada por Lutero, o fundador da igreja protestante, cujas críticas ao comércio de privilégios e indulgências lhe custaram a excomunhão em 1520.

A cisão gerada por Lutero, considerado um herege desde 1518, quando negou a autoridade papal, deu lugar a massacres e guerras atrozes e desenvolveu um ódio tenaz entre as duas comunidades cristãs que se estendeu por séculos.

Com a viagem de Francisco, as controvérsias doutrinárias são deixadas de lado, e os avanços alcançados graças ao diálogo iniciado no Concílio Vaticano II (1962-1965), que apelava ao respeito mútuo, são destacados.

“Não é todo dia que um papa celebra Lutero”, comentou o porta-voz do Vaticano, Greg Burke, ao ressaltar a importância histórica da visita.

Diálogo entre religiões

O pontífice argentino, que quer entrar para a história como um grande defensor do diálogo entre as religiões, mantém boas relações com líderes judeus, protestantes e muçulmanos desde que era arcebispo de Buenos Aires.

Francisco falará em espanhol durante a sua breve permanência na Suécia, país com nove milhões de habitantes, dos quais apenas 1,2% é católico, sendo a maioria luterana ou ateia.

Sob o lema “Juntos na esperança”, Francisco chegará à Suécia na segunda-feira (31) e regressará na terça-feira (1) à Roma.

Durante sua estadia, se reunirá com os membros da família real, com o primeiro-ministro e com os representantes da Federação Luterana Mundial.

“A participação do papa é um fato sensacional”, comentou o pastor alemão Theodor Dieter, diretor do Instituto de Pesquisa Ecumênica, com sede em Estrasburgo, e especialista em teologia luterana.

“Não se deve esquecer que Lutero descreveu o papa como o anticristo e criticou muito severamente a igreja católica romana”, lembra o renomado teólogo.

A viagem de Francisco para celebrar um dos momentos mais difíceis da história católica suscita críticas entre os setores mais conservadores da Igreja, que a consideram inadequada.

“Não vamos comemorar tanto os 500 anos da reforma protestante, senão principalmente os 50 anos do começo do diálogo entre luteranos e católicos”, explicou o cardeal Kurt Koch à imprensa.

“Lutero não queria dividir a Igreja. Não queria criar duas igrejas. Queria reformar a Igreja Católica, mas naquele momento não era possível, e (isso) deu lugar à divisão dos cristãos e a terríveis guerras de religião”, resumiu o purpurado.

Após quase cinco séculos de divisões, as duas igrejas evoluíram de formas diferentes, e na Suécia o pontífice estará rodeado por bispos mulheres, algo que a Igreja Católica rejeita contundentemente.

Paz e refugiados

Além do diálogo inter-religioso, Francisco aproveitará para lançar, no estádio Malmö, um novo pedido de solidariedade com os refugiados, e para fazer um apelo à paz – dois temas que unem católicos e protestantes.

Entre os convidados que se pronunciarão no estádio estão o religioso colombiano Hector Fabio Henao, que falará sobre o processo de paz na Colômbia, e o bispo de Aleppo, cidade síria que sofre bombardeios constantes.

“Acredito que o mundo precisa de um gesto de unidade dos cristãos. Um gesto que diga que os cristãos apostam na paz. Já não há guerras entre nós. O mundo precisa de um gesto que diga que a paz é possível”, comentou Jens-Martin Kruse, pastor luterano residente em Roma.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Bispo Mario Zan Ferreira Viana

    REFORMA PROTESTANTE DO SÉCULO XVI.
    31 DE OUTUBRO DE 1517, DAQUI A POUCO COMPLETA 500 ANOS QUE LUTERO ESCCREVEU AS SUAS TESES, QUERENDO QUE A VERDADE DAS ESCRITURAS SAGRADAS VIESSEM A TONA, HAJA VISTA QUE DURANTE 1000 ANOS A HUMANIDADE TINHA VIVIDO NAS TREVAS DA DESIFORMAÇÃO ESCRITURÍSTICA.
    É BOM LEMBRAR QUE A REFORMA PROTESTANTE DE DE 1517 D.C. NÃO FOI O SURGIMENTO DOS EVANGÉLICOS NÃO! POIS DESDE QUE O IMPERADOR CONSTANTINO NO IV SÉCULO D.C. DIZ TER SE CONVERTIDO A FÉ CRISTÃ BIBLICA, GRUPOS DE CRENTES GENUÍNOS SAIRAM DA RELIGIÃO OFICIAL DO IMPÉRIO ROMANO DAQUELES DIAS, E PASSARAM A SEGUIR SEPARADAMENTE A FÉ EVANGÉLICA INICIADA POR JESUS CRISTO, E ESPALHADA PELO MUNTO INTEIRO NAQUELES PRIMEIROS SÉCULOS DA ERA DA GRAÇA. A MORTE E A RESSURREIÇÃO DE JESUS CRISTO, BEM O COMO A DESCIDA DO ESPÍRITO SANTO NO DIA DO PENTECOSTES, INAUGUROU UM NOVO PERÍODO DE TEMPO PARA A HUMANIDADE. O JUDAÍSMO DE ABRAÃO DESDE GENESIS CAPITULO 12, E A REJEIÇÃO DO MESSIAS POR PARTE DOS JUDEUS, DARÁ A OPORTUNIDADE AGORA QUANDO DEUS VISITARÁ OS GENTIOS ABRINDO-LHES A PORTA DA REDENÇÃO MEDIANTE A FÉ NO SACRIFICIO DE JESUS, O MESSIAS NA CRUZ DO CALVÁRIO.
    UNS 1000 ANOS DEPOIS SURGIRÁ MARTIM LUTERO COMO UM INSTRUMENTO DE DEUS PARA QUE A HUMANIDADE SAIA DAS TREVAS DA IDADE MÉDIA, É CLARO QUE POR NÃO EXISTIR A IMPRENSA DURANTE ESTE PERÍODO, SATANÁS PODE TER OBTIDO UM CERTO ÊXITO EM DEIXAR AS PESSOAS E NAÇÕES SEM A VERDADE BIBLICA. É CLARO QUE OS SERES HUMANOS ESTÃO INDESCULPÁVEIS POR TEREM UMA FÉ CEGA SEM O RESPALDO DAS ESCRITUARS SAGRADAS.
    MAS COMO HÁ 500 ANOS ATRÁS AS AMÉRICAS SERIAM DESCOBERTAS, E UM MUNDO NOVO ESTAVA SURGINDO, SÉRIA NECESSÁRIO QUE A VERDADE DAS ESCRITURAS VIESSEM A TONA ATRAVÉS DA IMPRENSA DE GUTEMBERG. DEUS PERMITE QUE LUTERO SEJA UM CANAL DE LUZ PARA O MUNDO, E PESSOAS QUE ANSIAVAM PELA VERDADE DE DEUS PLENAMENTE, SE COLOCAM AO SEU LADO PARA JUNTOS TRAZER A TONA A VERDADE QUE O JUSTO VIVERÁ PELA FÉ EM CRISTO JESUS, E QUE NÃO HÁ SALVAÇÃO EM NENHUM OUTRO NOME DEBAIXO DO CÉU. – ATOS 4:12 – JOÃO 14:6. CONHEÇA A VERDADE BIBLICA LENDO O NOVO TESTAMENTO, ESPECIALMENTE A EPÍSTOLA DE PAULO AOS ROMANOS, E NÃO VIVA MAIS NAS TREVAS DA IGNORANCIA E DA DESIFORMAÇÃO COMO OS IDADE MÉDIA.
    SE LUTERO ESTIVESSE AQUI HOJE CERTAMENTE ELE ESTARIA MUITO DECEPCIONADO, POIS EMBORA MUITOS EVANGÉLICOS MORRERAM NA ARENA, BEM COMO FORAM MARTIRIZADOS DURANTE AQUELES SÉCULOS, HOJE NÓS VEMOS A DOUTRINA BIBLICA SENDO COLOCADA DE LADO, POIS SURGEM DOUTRINAS DA PROSPERIDADE, E MUITAS OUTRAS COISAS VÃS QUE DESEJAM NOVAMENTE SUBSTITUIR A DOUTRINA BIBLICA PELA QUAL OS PRÉ-REFORMADORES E REFORMADORES MUITA SVEZES TIVERAM QUE DAR AS SUAS VIDAS EM PROL DA VERDADE DEUS.
    ELES, E LUTERO NÃO ESTÃO MAIS AQUI, MAS COM CERTEZA EXISTE UM REMANESCENTE FIEL QUE PRESERVA A SÃ DOUTRINA E AGUARDA A VOLTA DE CRISTO BREVEMENTE. PARECE NECESSÁRIO MAIS UMA VEZ QUE CONTINUEMOS A OBRA DOS REFORMADORES, ISTO É, PRESERVANDO O QUE ELES COMEÇARAM, POIS JESUS CRISTO ARREBATARÁ A SUA NOIVA DAQUI A POUCO, E ELE NÃO QUER VER ELA MISTURADA COM O JOIO.
    LUTERO SOUBE USAR A IMPRENSA DOS SEUS DIAS, E NÓS, NÃO USAREMOS A TECNOLOGIA DO SÉCULO XXI PARA ESPALHARMOS AS BOAS NOVAS PELOS QUATRO CANTOS DO GLOBO TERRESTRE? CONTINUAREMOS A DEIXAR A MENTIRA OBSCURECER A VERDADE DE CRISTO OUTRA VEZ? E VOCE LEITOR, NÃO TEM MAIS DESCULPAS, ACORDE! DEIXE AS TREVAS DA IGNORANCIA ESCRITURÍSTICA. LEIA A PALAVRA DE DEUS, SAÍA DAS GARRAS DE SATANÁS, FAÇA COMO MILHÕES AO REDOR DO GLOBO, SEJA SALVO PELA FÉ EM CRISTO JESUS. BOAS OBRAS, JUSTIÇA PRÓPRIA, PENITENCIAS, DOGMAS, RITUAIS, RELIGIOSIDADE CEGA, … NÃO VAI TE SALVAR DO INFERNO. SÓ JESUS CRISTO SALVA. LUTERO NÃO ESTA AQUI, MAS A BÍBLIA SAGRADA ESTÁ, SE LIBERTE! VOCE NÃO ESTA MAIS NA IDADE MÉDIA, VOCE ESTA NO SÉCULO XXI, SEJA LIVRE EM CRISTO!

    1. Estela Dalva

      Excelente bispo 👏👏👏

    2. marcos luiz da silva correa

      Muito bom texto.

    3. Natalycio Lucas

      A mais gritante das heresias protestantes e a causa maior de sua Babel religiosa: o Biblismo. Constantino jamais se converteu ao Cristianismo. E como falar em “fé cristã bíblica” numa época que nem Bíblias havia, senhor “Bispo”? A propósito, quem lhe sagrou bispo pode remontar sucessão apostólica até os Apóstolos? Se não, seu episcopado é vazio e ilegítimo.

      E que teoria conspiratória é essa de que os “evangélicos”, em pleno século IV, romperam com a Igreja e saíram seguindo uma alegada “fé bíblica” separadamente? Aterrisse, senhor “bispo”. As comunidades que se separaram de Roma a partir de então se dividem em duas: as cismáticas e as hereges.

      As cismáticas são as igrejas orientais ortodoxas que possuem praticamente as mesmas doutrinas que a Igreja Católica, sucessão apostólica e os sete sacramentos. Foram separando-se aos poucos até o grande cisma final, em 1054, pelas mãos do orgulhoso e traiçoeiro (segundo os próprios bizantinos) Miguel Cerulário, Patriarca de Constantinopla.

      Já as comunidades e seitas heréticas eram uma miríade de heresias que, quando não negavam a divindade de Cristo, aceitavam apenas o Tanach judeu ou apenas os escritos neo-testamentários, misturavam-se com a Gnose, sincretizavam-se com o paganismo oriental etc. Se vc conhecesse profundamente esses dissidentes do primeiro milênio aos quais vc chama de “evangélicos” teria vergonha alheia dessa gente. Não fantasie “ancestrais” dissidentes para os protestantes, porque eles não existem. Mesmo as heresias medievais, mais próximas do Protestantismo, não possuem mesma doutrina nem objetivos que o Protestantismo engendrou.

      Não agrida a História.